Você está aqui Mundo Educação Sociologia Genocídio e Etnocídio

Genocídio e Etnocídio

Na maioria das vezes, os conceitos de genocídio e etnocídio são interpretados como sinônimos, ou seja, uma limpeza étnica. De fato, são conceitos distintos e precisam ser esclarecidos.

A palavra “genocídio” vem do grego “génos” (família, tribo ou raça) e do latim “caedere” (matar). De forma análoga, podemos concluir que genocídio é a extinção total ou tentativa de destruição de uma raça ou etnia por meio da eliminação de seus elementos. O termo foi criado por Raphael Lemkin, em 1944, para se referir ao genocídio proposto pelo regime nazista contra os judeus: o Holocausto.

Etnocídio não é a destruição total de um povo, mas sim, de sua cultura. Diferentemente do genocídeo, o mesmo não é necessariamente intencional. O etnocídio parte do pressuposto de que os indivíduos podem evoluir se forem ajustados a um modelo cultural “superior”. Dessa forma, nesta visão, não se deve eliminar um povo, mas sim, sua cultura.

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Genocídio e Etnocídio








4 comentários

Faça seu Login

  • terça-feira | 15/11/2011 | raro
    Usuário

    com isso nao perdi tempo ajudou pra feira de ciencia belo resumo emm

  • domingo | 16/10/2011 | mylena rodrigues
    Usuário

    era o que eu estava procurando ,e me ajudou muito após essa explicação sobre genocídio e etnocídio.

  • sexta-feira | 03/12/2010 | Catarina Paim
    Usuário

    A minha tese baseia-se no Genocidio de 1994 do Ruanda,fiquei muito chocada com as informacoes que colhi sobre este acto barbaro,fico feliz porque alguns dos protagonistas deste crime ja estao a conta com a justica.

  • segunda-feira | 06/04/2009 | willow
    Usuário

    foi exatamente o que os jessuitas tentaram fazer com os nativos do brasil, no periodo colonial,impondo os costumes,a religiaõ, e a cultura européia como modelo de um dito mundo civilizado.