Você está aqui Mundo Educação Química Química Orgânica Polaridade dos compostos orgânicos

Polaridade dos compostos orgânicos

Polaridade é a capacidade que as ligações possuem de atrair elétrons. Quando este conceito é aplicado aos compostos orgânicos, o tipo de ligação presente é que dita a regra.

A ligação covalente é a que se faz presente na maioria das substâncias orgânicas, ela torna o composto apolar. As estruturas dos compostos orgânicos não permitem outra classificação, uma vez que correspondem às ligações formadas pela união de carbonos (C-C) e hidrocarbonetos (carbono e hidrogênio ligados). A explicação vem do fato de que a ligação ocorre entre elementos iguais, portanto possuem mesma escala de eletronegatividade.

Nem todos os compostos orgânicos são constituídos somente por carbono e hidrogênio, alguns possuem elementos diferentes ligados à cadeia carbônica, como por exemplo: Oxigênio. Dessa forma surgem as hidroxilas, formadas por oxigênio e hidrogênio (O-H).

A molécula onde a hidroxila se faz presente apresenta polaridade. Veja exemplos de compostos apolares e polares:


Molécula apolar

A estrutura acima corresponde ao composto orgânico Pentano, repare que os átomos ligantes são iguais (5 carbonos ligados entre si).


Molécula polar

A presença de outros átomos (Oxigênio ligado a hidrogênio) entre carbonos dá à molécula caráter polar. O composto acima é conhecido por três nomenclaturas diferentes: Etanol, álcool etílico ou álcool comum.

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Polaridade dos compostos orgânicos








0 comentários

Faça seu Login