Você está aqui Mundo Educação Química Química Geral Monóxido de dinitrogênio

Monóxido de dinitrogênio

Monóxido de dinitrogênio
Nitro: óxido nitroso de motores.
Os apreciadores de corrida de carros devem conhecer bem este composto (Monóxido de dinitrogênio (N2O), não pelo nome, mas pelos efeitos que ele causa nos motores automobilísticos. Também conhecido por óxido nitroso, pode ser utilizado em motores de combustão interna com o objetivo de se obter um aumento de potência. É popularmente conhecido no meio automobilístico como NOS (Nitrous Oxide Sistem) ou simplesmente nitro.

Como funciona a injeção de óxido nitroso nas câmaras de combustão?

Ela tem como objetivo elevar a massa de oxigênio injetada e provocar diminuição da temperatura, o que permite maior entrada de combustível. O oxigênio é o principal comburente, é o elemento que se associa quimicamente ao combustível, fazendo-o entrar em combustão. Quanto maior o volume de comburente maior será a queima e consequente aumento de energia.

O aumento da massa de comburente para a queima permite maior injeção de combustível, já que a potência do motor está relacionada com a quantidade de calor gerada na reação de combustão.

A maior injeção de combustível acarreta no aumento da pressão e temperatura interna dos cilindros. Para controlar este aquecimento, o nitrogênio entra em ação resfriando os cilindros, ou seja, ele funciona como agente regulador e complementa o acréscimo de potência. Como ocorre uma significativa diminuição da temperatura interna dos cilindros, o procedimento ocorre com maior segurança e melhores possibilidades para o aumento da potência do motor.

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Monóxido de dinitrogênio








0 comentários

Faça seu Login