Lei de Raoult
Imagem do cientista francês François Marie Raoult (1930-1901), que estudou as propriedades coligativas e criou a famosa lei que leva seu nome

Ao estudar o efeito tonométrico das soluções (abaixamento da pressão de vapor de um solvente pela adição de um soluto não volátil), o físico e químico francês François Marie Raoult (1930-1901) concluiu o seguinte:

A pressão máxima de vapor de uma solução (Psolução) será igual ao produto da fração molar do solvente (xsolvente) com a pressão máxima de vapor do solvente puro (Psolvente puro).

Esta observação ficou conhecida como Lei de Raoult e pode ser expressa matematicamente pela fórmula:

Psolução  =  xsolvente  .  Psolvente puro

Esta lei vale somente para soluções moleculares diluídas e para solutos não voláteis.

Exemplos: A pressão de vapor da água pura é de 3,2 kPa a 25 °C. Qual será a pressão de vapor de uma solução à mesma temperatura que possui 0,40 mol de glicose em 2,0 mol de água?

Resolução:

Dados:

Psolução = ?
Psolvente puro = 3,2 kPa

nsolvente = 2,0 mol
nsoluto = 0,40 mol
xsolvente = ? 

Utilizando a Lei de Raoult, temos:

Psolução = xsolvente  .  Psolvente puro
 Psolução = xsolvente  .  3,2 kPa

É preciso, portanto, descobrir a fração em mol da água:

X solvente = _____n solvente_________
                     n solvente + n soluto

X solvente = _____2,0 mol__________
                     (2,0 + 0,40) mol
X solvente = 0,833

Retornando à expressão da Lei de Raoult, e substituindo o valor da fração molar da água, encontramos a pressão de vapor da solução formada:

Psolução = 0,833 .  3,2 kPa
Psolução 2,67 kPa

Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Lei de Raoult








1 comentários

Faça seu Login

  • domingo | 11/12/2011 | Sabrina maria
    Usuário

    A LEI DE RAOULT É MUITO INTERESSANTE MAS PORÉM MUITO DIFICIU MÁS ESTA DE NOTA 10