Você está aqui Mundo Educação Química Química Geral Exatidão e Precisão das Medidas

Exatidão e Precisão das Medidas

Exatidão e Precisão das Medidas
Algumas balanças analíticas possuem portinholas de vidro corrediças para impedir que correntes de ar levem a medidas erradas

Os cientistas dependem da realização de vários experimentos para comprovar as suas teorias e leis. Para tal, os instrumentos usados que medem volume, temperatura, massa, entre outros, devem ser exatos e precisos o máximo possível. Apesar de parecerem sinônimos, a exatidão e a precisão são termos distintos.

Veja a que cada um se refere:

  • Precisão: indica o quanto as medidas repetidas estão próximas umas das outras.

Visto que repetem várias vezes os mesmos experimentos, os cientistas fazem uma média ponderada das medidas e, por isso, é muito importante que os valores sejam bem próximos.

Se, por exemplo, em três medições uma balança apresentar as seguintes massas, 100 g, 105 g e 95 g, isso significa que a balança não é precisa.

Mas o fato de os valores medidos serem próximos, não significa que está tudo correto, pois pode ocorrer, por exemplo, de deixarmos um resíduo sólido que não faz parte do experimento na balança. Assim, apesar de todos os valores das massas saírem próximos uns dos outros, não correspondem ao valor correto e esse erro pode trazer resultados inexatos.

É aí que entra a exatidão.

  • Exatidão: indica o quão próximo do valor real (do valor normalmente aceito como referência), está o valor medido.

No exemplo anterior, em que se esqueceu de um resíduo sólido sobre a balança, os valores medidos estavam precisos, mas não estavam exatos, porque o valor da massa média obtida estava distante do valor verdadeiro. A balança pode, por exemplo, fornecer sempre uma massa de 115 g, quando na verdade o objeto pesa 100 g.

Para ilustrar a diferença entre exatidão e precisão, veja os dardos que foram atirados nos alvos abaixo, sendo que em cada um foram lançados três dardos:

Analogia com dardos atirados no alvo para se entender a diferença entre exatidão e precisão

No primeiro, o atirador foi exato, mas não foi preciso, porque apesar de estarem perto do alvo central, os dardos estão distantes uns dos outros. No segundo, ele foi preciso, mas não foi exato, porque os dardos estão próximos uns dos outros, mas estão distantes do ponto central.  O terceiro está exato e preciso, e, no último, o atirador não foi preciso nem exato.

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Exatidão e Precisão das Medidas








2 comentários

Faça seu Login

  • sábado | 17/05/2014 | Valdicelia
    Usuário

    Amei a essa pagina, me ajudou muito... obg!!

  • sábado | 07/12/2013 | Julia
    Usuário

    Em geral, quanto maior o número de medidas feitas. menor a incerteza do valor médio obtido.