Você está aqui Mundo Educação Química Química Nuclear Decaimento radioativo

Decaimento radioativo

Decaimento radioativo
Por que átomos se desintegram?

Um decaimento radioativo ocorre quando isótopos instáveis têm seus núcleos rompidos em razão da instabilidade atômica.

Para entender por que um isótopo se desintegra é preciso nos atentar para o núcleo atômico. Sabe-se que o núcleo é carregado de partículas positivas (prótons), e que estas se encontram bem próximas umas das outras. É verdade também que partículas com cargas iguais se repelem. Portanto, a proximidade dos prótons faz com que passem a se repelir, na tentativa de tomar o maior espaço possível. Diante disso, o núcleo se rompe, por não conseguir comportar essas cargas repelentes.

Todos os isótopos são instáveis? Não, apenas os elementos que possuem 84 prótons ou até menos. Nesse último caso, a instabilidade se dá devido à taxa nêutron/próton que é muito baixa, tornando o átomo instável.

Vejamos um exemplo de desintegração nuclear:

O isótopo Urânio (U– 238) é desintegrado quando seu núcleo se rompe. Na etapa inicial da reação é produzido Tório (Th-234), em seguida este também se desintegra produzindo Protactínio (Pa-234). A desintegração continua até completar 14 etapas e produzir o produto final: Chumbo (Pb-206). O Chumbo é estável e não se desintegra, o processo é então finalizado.

Por Líria Alves
Graduada em Química


Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Decaimento radioativo








2 comentários

Faça seu Login

  • segunda-feira | 16/12/2013 | Luiz...
    Usuário

    Muito boa a explicação! Entendido!

  • domingo | 16/06/2013 | cristiano
    Usuário

    Muito boa a explicação. Simples e facil de entender