Você está aqui Mundo Educação Química Química Inorgânica Classificação e nomenclatura dos sais

Classificação e nomenclatura dos sais

A classificação principal dos sais é feita de acordo com os tipos de íons que os compõem e a sua nomenclatura baseia-se também nessa classificação.

Classificação e nomenclatura dos sais
Existem vários tipos de sais inorgânicos que precisam ser classificados em grupos específicos para serem estudados

Os sais são compostos inorgânicos que em solução aquosa dissociam-se e formam íons. Destes, pelo menos um cátion não é o H+ e pelo menos um ânion não é o OH-. Além disso, um sal é formado por uma reação de neutralização entre um ácido e uma base. O elemento que forma o cátion do sal vem da base, e o elemento que forma o ânion do sal é proveniente do ácido.

Em virtude dessa definição e origem, a classificação dos sais é realizada de acordo com a natureza ou tipo de íons que os contituem. Dessa forma, os sais inorgânicos são classificados em neutros, ácidos (hidrogenossal), básicos (hidroxissal), duplos (mistos), hidratados e alúmens.

1 - Sal neutro ou normal: Com apenas um cátion e um ânion, ele é resultado de uma reação entre uma base e um ácido fortes ou entre uma base e um ácido fracos.

Exemplos:

  • NaCl: cátion → Na+ (vem do hidróxido de sódio, NaOH, uma base forte);
    ânion → Cl- (vem do ácido clorídrico, HCl, um ácido forte).

  • Na2SO4: cátion → Na+ (vem do hidróxido de sódio, NaOH, uma base forte);
    ânion → SO42- (vem do ácido sulfúrico, H2SO4, um ácido forte).

  • NH4CN: cátion → NH42+ (vem do hidróxido de amônio, NH4OH, uma base fraca);
    ânion → CO3-2 (vem do ácido cianídrico, HCN, um ácido fraco).

Esses sais são chamados de neutros porque, quando eles são adicionados à água, o pH do meio não sofre nenhuma alteração. Além disso, eles não liberam em solução aquosa cátion H+, que indica acidez, e nem ânion OH-, que indica basicidade.

2 - Sal ácido ou hidrogenossal: Esse tipo de sal é formado a partir de um ácido forte e uma base fraca, assim, em meio aquoso, ele diminui o pH da água, que fica menor que 7 (solução ácida), pois o cátion proveniente da base sofre hidrólise e há a formação dos íons H+ (ou H3O+).

Exemplos:

  • NH4Cl(s): cátion → NH42+ (vem do hidróxido de amônio, NH4OH, uma base fraca);
    ânion → Cl- (vem do ácido clorídrico, HCl, um ácido forte).

  • Al2(SO4)3: cátion → Al3+ (vem do hidróxido de alumínio, Al(OH)3, uma base fraca);
    ânion → SO42- (vem do ácido sulfúrico, H2SO4, um ácido forte).

  • NH4NO3: cátion → NH42+ (vem do hidróxido de amônio, NH4OH, uma base fraca);
    ânion → NO3- (vem do ácido nítrico, HNO3, um ácido forte).

3 - Sal básico ou hidroxissal: A formação desse sal é o contrário da anterior, isto é, ele é formado a partir de uma base forte e um ácido fraco, de modo que, em meio aquoso, forma íons hidroxila (OH) que tornam a solução básica (pH > 7).

Exemplo:

  • NaOOCCH3:

    Cátion → Na+ (vem do hidróxido de sódio, NaOH, uma base forte);
    Ânion → CH3COO– (vem do ácido etanoico, CH3COOH, H2CO3, um ácido fraco).

    No exemplo acima, o ânion acetato (CH3COO) hidrolisa-se em meio aquoso e forma o ácido acético e íons hidroxila (OH), o que torna a solução básica.

4. Sal Misto ou Duplo: Possui dois tipos de cátions e dois tipos de ânions diferentes do H+ e do OH-. Eles são provenientes de uma reação de neutralização parcial.

Exemplos:

  • KNaSO4: cátions →K+ e Na+; ânion → SO42-;

  • CaClBr: cátion → Ca+; ânions → Cl- e Br-;

  • Ca(NO3)Br: cátion → Ca+; ânions → NO3- e Br-.

5. Sal Hidratado: São aqueles que apresentam moléculas de água em sua estrutura cristalina sólida. Isso porque alguns sais são higroscópicos, ou seja, possuem a capacidade de absorver facilmente a água do ambiente.

Exemplo: CuSO4 . 5 H2O

6. Alúmen: São sais formados por dois cátions — um monovalente (com carga +1) e outro trivalente (com carga +3) —, um único ânion (o sulfato (SO42-)) e água de cristalização.

Exemplo: KAl(SO4)2 . 12 H2O

Essa classificação dos sais é importante para a realização de sua nomenclatura, pois esta seguirá regras específicas para cada uma dessas classificações. Veja como é feita a nomenclatura dos sais inorgânicos:

1- Sais neutros:

Nome do ânion + de + nome do cátion

Exemplos:

NaCl = ânion (Cl- - cloreto) + de + cátion (Na+ - sódio) = cloreto de sódio;
Na2SO4= ânion (SO42- - sulfato) + de + cátion (Na+ - sódio) = sulfato de sódio;
CaCO3 = ânion (CO32- - carbonato) + de + cátion (Ca+ - cálcio) = carbonato de cálcio.

Quando o cátion pode adquirir mais de uma valência, basta indicar isso por números romanos ou acrescentar o sufixo “oso” para o de menor valência e o sufixo “ico” para o cátion de maior valência.

Exemplos:

FeSO4= sulfato de ferro II (ou sulfato ferroso);
Fe2(SO4)3 = sulfato de ferro III (ou sulfato férrico).

2- Sais duplos:

A única diferença é o acréscimo no final do nome dos dois cátions em vez de só um. No caso dos sais duplos que possuem dois ânions, coloca-se o nome dos dois no início.

Exemplos:

KNaSO4 = sulfato de sódio e potássio;

CaClBr = cloreto brometo de cálcio;

MgNO3Br = nitrato brometo de magnésio.

3- Hidrogenossais ou quando há hidrogênios na fórmula:

Prefixo que indica + hidrogeno + nome do ânion + de + nome do cátion
o número de hidrogênios                                                                                        
ligados ao ânion                                                                                      

Exemplos:

* NaHCO3 = monohidrogenocarbonato de sódio ou hidrogenocarbonato de sódio (seu nome no cotidiano é bicarbonato de sódio).
- Só possui um hidrogênio ligado ao ânion, então o prefixo é : mono (esse prefixo é o único que é opcional);
- hidrogeno;
- ânion = CO32- = carbonato;
-cátion = Na+ = sódio.

*FeHPO4 = monohidrogenofosfato de ferro ou hidrogenofosfato de ferro;
* KH2PO4 = di-hidrogenofosfato de potássio.

4- Hidroxissais ou quando há OH na fórmula:

Prefixo que indica + hidroxi + nome do ânion + de + nome do cátion
o número de hidroxilas               de hidrogênios                                        

Exemplos:

BaOHCl = monohidroxicloreto de bário;
Cu2(OH)2SO4 = di-hidroxisulfato de cobre II.

5. Sal Hidratado e alúmen:

Nome do sal         +         Prefixo que indica + hidratado
segundo as regras                 a quantidade de                          
anteriores                       moléculas de água                 

Exemplos:

*Sais hidratados:
CuSO4 . 5 H2O = sulfato de cobre II penta-hidratado;
CaCl2 . 2 H2O = cloreto de cálcio di-hidratado.

* Alúmen:
KAl(SO4)2 . 12 H2O = sulfato de potássio e alumínio dodeca-hidratado (conhecido popularmente como pedra-ume).

Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Classificação e nomenclatura dos sais








23 comentários

Faça seu Login

  • segunda-feira | 13/10/2014 | Nádia...
    Usuário

    amei o texto, tinha tudo que eu precisava. me ajudou bastante!

  • quarta-feira | 19/12/2012 | Bruna alves
    Usuário

    muiito bom,bem facil de entender! Mas seria legal exercícios u.u

  • quinta-feira | 01/11/2012 | michelly costa
    Usuário

    Adoreiiii esse site , me ajudou muitoo nos trabalhos escolares , vou sempre usa-lo....

  • quinta-feira | 15/03/2012 | Ellen
    Usuário

    Tá mais fácil do que na minha apostila, beeem mais simples!