Você está aqui Mundo Educação Química Curiosidades Químicas Cabelos ondulados com permanente

Cabelos ondulados com permanente

Cabelos ondulados com permanente
Mudança na forma dos cabelos pode ser obtida com um processo conhecido como “permanente”

Para ondular os cabelos a mulher pode recorrer a uma técnica feita em salões de beleza, chamada de “permanente”. Mas como essa técnica funciona?

A técnica de permanente tem a finalidade de enrolar os fios

Bom, para entender a química envolvida, é preciso saber qual é a estrutura dos cabelos e o que faz com que existam variações de tipos, como lisos, ondulados e cacheados.

As fibras dos cabelos são formadas por fios de proteínas ou polipeptídios, que são polímeros formados a partir da condensação de α-aminoácidos (α-aa). Cada proteína apresenta uma sequência característica de α-aminoácidos, que é denominada estrutura primária. Já as estruturas secundárias, terciárias e quaternárias de uma proteína são determinadas por interações que ocorrem em partes de uma mesma proteína ou entre várias cadeias de proteínas, isto é, ocorrem ligações entre as moléculas das proteínas nos fios de cabelo.

O formato dos cabelos depende da combinação de forças que atuam na queratina. As duas interações mais comuns são as pontes ou ligações de hidrogênio (... C ═ O ------ H ─ N...) e as pontes de dissulfeto (─ S S ─), sendo que essas últimas são ligações entre proteínas por pontes de enxofre.

Pontes de hidrogênio e de dissulfeto no cabelo

Para entender como essas forças atuam no formato do cabelo, pense em quando você o lava. Nesse caso, a estrutura muda porque as moléculas de água alteram as pontes de hidrogênio existentes nos cabelos secos e, ainda, produzem novas pontes de hidrogênio entre o cabelo e a água.

Pontes de hidrogênio nos cabelos

Isso comprova que alterando as forças de interação entre as proteínas do cabelo é possível mudar o seu formato. Esse é o princípio básico de funcionamento da permanente. Mas a alteração agora é na ponte de enxofre ou dissulfeto.

O primeiro passo é aplicar nos cabelos uma solução contendo ácido tioglicólico ou tiol-acético (HS ─ CH2 ─ COOH), que tem a função de quebrar essas pontes de enxofre, soltando os fios de proteínas:

Processo de separação de pontes de enxofre feitas em permanente no cabelo

Dessa forma, o cabelo obedece ao penteado que é forçado. Enrolam-se os cabelos em peças cilíndricas, conhecidas como bobs. Depois, usa-se uma segunda solução, agora de água oxigenada (H2O2), que serve para refazer as pontes de enxofre, só que no novo formato, com posições novas. Quando o cabelo é solto, o penteado permanece.

Processo envolvido na permanente

Esse processo pode ser feito para alisar o cabelo também: a mudança depende de como os fios de cabelo são arrumados antes da aplicação da água oxigenada. Além disso, esse processo não é definitivo: à medida que o cabelo cresce é necessário que ele seja repetido.

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Cabelos ondulados com permanente








2 comentários

Faça seu Login

  • quarta-feira | 01/05/2013 | claudia
    Usuário

    Seria bom prof de bioquímica ensinar na facul

  • segunda-feira | 02/04/2012 | Amanda
    Usuário

    Nossa ! Adorei a explicação química da permanente ! Agora estou bem informada ! Obrigada, Jennifer Rocha !