Álcoois

Os álcoois são compostos orgânicos que contêm uma ou mais hidroxilas ligadas diretamente a átomos de carbono saturados.

Álcoois
O principal representante dos álcoois é o etanol

Os álcoois são compostos orgânicos caracterizados pelo grupo hidroxila (OH) ligado a um carbono saturado (que realiza somente ligações simples) de uma cadeia carbônica. O grupo funcional dos álcoois costuma ser representado por R ? OH, em que “R” representa um grupo alquila.

Se a hidroxila estiver ligada a um carbono insaturado (que está realizando uma dupla ligação), na verdade, não será um composto orgânico pertencente à função dos álcoois, mas sim à função dos enóis. E se a hidroxila estiver ligada diretamente a um carbono do anel benzênico, então teremos um fenol.

A nomenclatura dos álcoois segue a mesma regra de nomenclatura dos alcanos, com a única diferença de que o sufixo é ol. Por exemplo, o álcool etílico possui dois átomos de carbono na cadeia (et), assim, seu nome oficial é etanol. Mais detalhes podem ser vistos no texto Nomenclatura dos álcoois.

A classificação dos álcoois mais realizada é de acordo com o tipo de carbono ao qual a hidroxila está ligada. Se o carbono for primário, ou seja, se ele estiver ligado somente a mais um átomo de carbono, então o álcool será classificado como primário. Se a hidroxila estiver ligada a um carbono secundário (que está ligado a dois átomos de carbono), o álcool será secundário. E se a hidroxila estiver ligada a um carbono terciário (que está ligado a três átomos de carbono), o álcool será terciário.


Classificação dos álcoois em primário, secundário e terciário

Outra forma de classificar os álcoois é de acordo com a quantidade de hidroxilas ligadas à cadeia: uma hidroxila, monoálcool; duas ou mais hidroxilas, poliálcool. O etanol é um monoálcool, enquanto a glicerina (ou glicerol, cujo nome oficial é propanotriol) é um poliálcool, mais especificadamente um triálcool ou triol.

OH    OH   OH

?     ?     ?

H2C ? CH2 ? CH2
Glicerina

Os dois monoálcoois mais comuns e de importância comercial são também os de estrutura mais simples, o metanol e o etanol.

O metanol foi por muito tempo obtido por meio da destilação da madeira e por isso é conhecido como álcool de madeira. Ele já foi usado como combustível em motores a explosão quando o etanol estava em falta. Mas esse uso foi abandonado porque ele é tóxico e corrosivo, além de ter uma chama transparente quando entra em combustão, tornando muito difícil o controle de casos de incêndio com ele. Hoje as suas principais utilizações são na síntese de formaldeído (formol) e como solvente de tintas e vernizes. Leia mais detalhes no texto Metanol.

O etanol é o álcool comum, sendo chamado assim porque é o álcool mais usado. Ele pode ser usado em limpezas, desinfecção, higienização, como combustível, em laboratório, como solvente de tintas, vernizes e perfumes, na síntese de vários produtos orgânicos como acetaldeído, ácido acetoico e éter comum, além de estar presente nas bebidas alcoólicas. Veja mais sobre esses e outros álcoois no texto Principais álcoois.


O etanol é o álcool que possui mais aplicações no cotidiano

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Álcoois








8 comentários

Faça seu Login

  • sábado | 23/06/2012 | Historia Inator
    Usuário

    gostaria de saber se voces têm uma matéria de quimica que fala sobre os awools

  • quinta-feira | 20/10/2011 | sara Dienifer...
    Usuário

    muita explicita a explicação,deeu pra esclarecer um pouco.

  • quarta-feira | 12/10/2011 | Renata
    Usuário

    Serio minha professora não consegue explicar desse jeito, esta muito bom, parabéns consegui entender melhor.

  • segunda-feira | 03/10/2011 | elaine
    Usuário

    ta bem resumido gostei