Você está aqui Mundo Educação Psicologia Consumismo
Consumismo
Compulsão por compras
O consumismo é uma compulsão caracterizada pela busca incessante de objetos novos sem que haja necessidade dos mesmos. Após a industrialização, criou-se uma mentalidade de que quanto mais se consome mais se tem garantias de bem-estar, de prestígio e de valorização, já que na atualidade as pessoas são avaliadas pelo que possuem e não pelo que são.

Uma pessoa pode ser considerada consumista quando dá preferência ao shopping a qualquer outro tipo de passeio, faz compras até que todo o limite de crédito que possui exceda, deixa de usar objetos comprados há algum tempo, não consegue sair do shopping sem comprar algo, se sente mal quando alguém usa um objeto mais moderno que o seu, etc.

O consumismo é fortemente induzido pelo marketing que consegue atingir a fragilidade íntima das pessoas e este é um dos motivos pelos quais o sexo feminino é mais propenso à compulsão. Para a psicanálise, o marketing interfere na diferenciação do que se deve ou não comprar, tornando assim as pessoas incessantemente descontentes buscando nas compras algo que as conforte. Essa compulsão leva as pessoas a desprezarem seus valores e sua situação financeira e as mantêm em estado de fascínio e até de hipnose. Muitas pessoas destroem seu casamento ou outro tipo de relação e ainda se colocam em difíceis situações devido às más condições financeiras provocadas por tal compulsão.

É importante lembrar que nem todas as pessoas que consomem muitos supérfluos são consumistas. Pessoas com bom poder aquisitivo que não sacrificam suas vidas para ir às compras não são necessariamente consumistas compulsivas.

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Consumismo








29 comentários

Faça seu Login

  • quinta-feira | 11/09/2014 | maxcilaine
    Usuário

    adorei

  • segunda-feira | 01/09/2014 | LF
    Usuário

    Ótimo texto! Mas, discordo em um único aspecto: não acho que se deva considerar consumista apenas aquelas pessoas que estouram o limite dos cartões de crédito sem ter condições de fazê-lo; acredito que, também àqueles que possuem um maior poder aquisitivo e não conseguem traçar uma linha entre o necessário e o dispensável (geralmente excedendo nos gastos) devam ser considerados consumistas.

  • quarta-feira | 13/08/2014 | Iolanda...
    Usuário

    Gostei muito desse texto vai poder me ajudar muito na feira cultural que vai acontece ainda, obrigada, continue publicando mais. tchau obrigada beijos

  • quarta-feira | 13/08/2014 | vagabundo
    0 0

    e mesmo que bom , mudo a minha vida!!!!!!!! [