Você está aqui Mundo Educação Literatura Vanguardas europeias

Vanguardas europeias

Embora apresentassem propostas artísticas específicas, as vanguardas europeias estavam unidas pelo mesmo sentimento: o desejo de renovação nas artes.

Vanguardas europeias
Surgidas na Europa no início do século XX, as vanguardas europeias propuseram a inovação nas artes

Você sabe o que são as vanguardas europeias?

Chamamos de vanguardas europeias o conjunto de tendências artísticas vindas de diferentes países europeus cujo principal objetivo era levar para a arte o sentimento de liberdade criadora, a subjetividade e até mesmo certo irracionalismo, sobretudo em um contexto em que as correntes filosóficas de cunho positivista influenciavam toda produção artística da época. Os movimentos de vanguarda emergiram nas duas primeiras décadas do século XX e provocaram uma ruptura com a tradição cultural do século XIX, influenciando não apenas as artes plásticas, mas também outras manifestações artísticas, entre elas a literatura.

Do francês avant-garde, a palavra vanguarda significa “o que marcha na frente”. As correntes de vanguarda, embora apresentassem propostas específicas, pregavam um mesmo ideal: era preciso derrubar a tradição por meio de práticas inovadoras, capazes de subverter o senso comum e captar as tendências do futuro. Essas propostas, incompreendidas à época em virtude, principalmente, do contexto conservador no qual estavam inseridas, adquiriram importância histórica e influenciaram o trabalho de vários artistas no mundo. No Brasil, as vanguardas estiveram intrinsecamente relacionadas com a primeira geração do Modernismo, uma vez que seus representantes (presentes na literatura, na arquitetura, nas artes plásticas ou na música), contagiados pelo sentimento de renovação, observaram a necessidade de alinhar o pensamento artístico brasileiro às vanguardas que surgiram na França no início do século XX.

As principais correntes de vanguarda foram:

Cubismo: Tendência artística que influenciou escritores e artistas plásticos no início do século 20, o Cubismo deixou suas marcas ao imprimir novas técnicas narrativas que fragmentavam a realidade e permitiam uma desconstrução da visão clássica sobre o tempo e o espaço. Na Literatura Brasileira, sua influência pode ser percebida por meio da leitura do livro Memórias Sentimentais de João Miramar, de Oswald de Andrade.

Futurismo: Entre as outras tendências vanguardistas, o Futurismo, difundido principalmente por meio de manifestos (vide o Manifesto Futurista escrito pelo poeta Filippo Tommaso Marinetti), foi o movimento mais radical e subversivo. No Brasil, suas características podem ser encontradas na obra literária de Mário de Andrade.

Dadaísmo: Criado na Suíça durante a Primeira Guerra Mundial, o Dadaísmo surgiu como resposta ao clima de instabilidade provocado pelo conflito bélico. Sua principal característica é a linguagem peculiar, permeada pelo deboche e pelos ilogismos dos textos, além da aversão a qualquer conceito racionalizado sobre a arte.

Expressionismo: Tendência artística que valorizava a subjetividade, o Expressionismo surgiu no começo do século XX e foi representado por pintores alemães e franceses. Opondo-se à estética impressionista, os expressionistas preconizavam a arte como elemento legítimo para a expressão dos sentimentos do artista.

Surrealismo: Surgido na França em 1924, o Surrealismo defendeu a criação por meio das experiências nascidas no imaginário e da atmosfera onírica. Na Literatura Brasileira, influenciou escritores como Oswald e Mário de Andrade e, posteriormente, Murilo Mendes e Jorge de Lima (escritores da geração de 1930).

No Brasil, todas essas tendências foram chamadas de Modernismo, movimento que equivale ao Futurismo, para os italianos, e ao Expressionismo, para os alemães. Graças à Semana de Arte Moderna de 1922, o movimento de renovação tomou rumos definidos em nosso país, apresentando propostas consistentes.

Para ajudá-lo(a) a compreender a importância das vanguardas europeias e sua influência na cultura brasileira, o Mundo Educação preparou uma seção dedicada ao assunto. Nela você encontrará artigos que têm como objetivo apresentar as características de cada uma das principais correntes, bem como discutir a importância do movimento para a ruptura com a tradição cultural do século XIX.

Seções de "Vanguardas europeias"

Futurismo

A vanguarda européia com temática futurista.

Artigos de "Vanguardas europeias"



Deixe seu comentário para

Vanguardas europeias








130 comentários

Faça seu Login

  • segunda-feira | 24/08/2015 | Diego Abreu
    Usuário

    gostei muito desse texto........ nesse momento a minha professora pediu para pesquisar e gostei muito do que eu encontrei.....

  • quinta-feira | 14/05/2015 | venicio
    Usuário

    Gostei essa página vai me ajuda e muito

  • quinta-feira | 07/05/2015 | Gostei muito....
    Usuário

    Adorei o assunto. Sei que vai me ajudar bastante.

  • terça-feira | 20/05/2014 | jhoni lima
    Usuário

    e muito legal estudar vanguardas europeias que nos possa aprender mais estude naõ desista do seu grandi sonho