Você está aqui Mundo Educação História Geral Idade Antiga O Império do ouro no Reino de Gana

O Império do ouro no Reino de Gana

O Império do ouro no Reino de Gana
Máscara antiga de ouro

O Reino de Gana ficava na região oeste da África, na área que compreende hoje o Mali e o sul da Mauritânia, alcançou seu ápice entre os séculos VII e XI. Através da captação dos recursos naturais, principalmente ouro e metais preciosos dos territórios dominados pelo reino, transformou-se na principal autoridade econômica da região.

O Reino Ganense foi fundado no século IV. Quando se encontrava em ascensão política e econômica, no século X, foi dominado pelos soninques, que estenderam o poder de Gana sobre as regiões auríferas do Senegal - da curva do rio Níger ao deserto do Saara. Essa dominação durou quase um século, enquanto isso os povos que ali viviam eram obrigados a pagar tributos sobre o comércio de mercadorias e a produção de metais preciosos. Por conta desse comércio, ocorriam constantes ataques nômades nas regiões, com isso os soninques se organizaram politicamente e formaram um poderoso exército.

O poder do rei de Gana provinha da enorme quantidade de ouro produzida em seu reino. Este monopólio permitiu aos Soninques construir e manter enormes cidades, além de uma capital com uma população estimada entre 15.000 e 20.000 habitantes. A produção do ouro era usada, também, para desenvolver outras atividades econômicas, tais como a tecelagem, a ferraria e a produção agrícola.

As cidades mais importantes comercialmente e politicamente a partir do século XI eram Kumbi Saleh (capital), 340 km ao norte da atual Bamako, no Mali. Outra grande cidade foi Audagoste. Com a concorrência de outras potências no comércio do ouro, o Reino de Gana começou a declinar.

Em nome do Islamismo, os berberes, da dinastia dos almorávidas, vindos do Magrebe, atacaram e conquistaram Kumbi Saleh, rompendo a unidade do reino que a partir de então ficou dividido numa parte Norte muçulmana, comandada pelos almorávidas, e uma parte Sul, comandada pelos soninques, onde se refugiaram os não muçulmanos.

O Reino de Gana recusou-se a se converter ao Islã. E assim o reino mergulhou em lutas tribais até o século XII, quando os últimos territórios ganenses foram incorporados ao Reino de Mali.

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

O Império do ouro no Reino de Gana








5 comentários

Faça seu Login

  • quarta-feira | 15/10/2014 | anne
    Usuário

    muito legal me ajudou no trabalho de historia

  • terça-feira | 20/05/2014 | vanessa
    Usuário

    muito legal vc salvo de tira uma nota baixa

  • terça-feira | 23/07/2013 | Isabelly
    Usuário

    Nossa obrigada esse texto salvou minha vida !

  • quinta-feira | 13/09/2012 | Thayná
    Usuário

    Muito obrigado, me ajudou muito e tenho certeza que não só a mim quanto a todos que cultuam a História Geral.