Você está aqui Mundo Educação História Geral Idade Contemporânea Guerra de Secessão
Guerra de Secessão
A Guerra de Secessão: conflito entre os federalistas e confederados.
Com a vitória nas guerras de independência, os Estados Unidos passaram a se organizar por meio de uma carta constitucional mínima que, até a metade do século XIX, contava com apenas doze emendas. Tal medida visava equilibrar as tendências entre as políticas que defendiam a centralização política e outras favoráveis à ampla liberdade de cada um dos treze estados.

Mesmo tentando equacionar os interesses divergentes, o modelo de desenvolvimento socioeconômico da região norte e sul tornava-se um grande alvo de disputas políticas dentro do Congresso norte-americano. O Partido Republicano, defensor dos interesses dos estados do norte, lutava pelo fim da escravidão e a criação de taxas alfandegárias protecionistas.

A economia nortista buscava a ampliação dos mercados consumidores e a proteção de seu mercado consumidor interno com a adoção dessas medidas. O sul, representado pelo Partido Democrata, marcado por uma economia escravista e agro-exportadora, não aceitava nenhuma dessas medidas republicanas. Desse modo gerou-se um impasse sobre qual a política a ser adotada pelo Estado norte-americano.

Tal divergência política chegou ao seu auge quando, em 1860, Abraham Lincoln – principal líder do Partido Republicano – ganhou as eleições presidenciais. Com sua chegada ao poder, a vitória do projeto desenvolvimentista dos estados do norte parecia ser inevitável. Inconformados com essa situação, os estados do sul armaram um movimento separatista que deu origem aos Estados Confederados do Sul.

Rejeitando essa atitude dos democratas, os republicanos declararam guerra contra os confederados, em 1861. A Guerra de Secessão se prolongou durante quatro anos e acabou sendo vencida pelos federalistas, que contavam com exércitos mais bem armados. Essa guerra mobilizou aproximadamente mais de dois milhões de homens e contou com uma avançada tecnologia de guerra.

Ao decretar a vitória do norte, o modelo industrialista passou a nortear a política econômica norte-americana. Já em 1863, os escravos foram libertos. Com o rápido processo de desenvolvimento do capitalismo, a nação norte-americana se tornou uma das principais potências econômicas do mundo contemporâneo.

Por Rainer Sousa
Mestre em História

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Guerra de Secessão








0 comentários

Faça seu Login