Causas da Segunda Guerra Mundial

Causas da Segunda Guerra Mundial
A política de alianças e os principais fatos que antecederam a Segunda Guerra Mundial

Com o fim da Primeira Guerra Mundial (1914 – 1918), os países derrotados (Alemanha, Áustria-Hungria), além da derrota durante a Batalha, sofreram duras e severas imposições fiscais, econômicas e políticas estabelecidas pela França e Inglaterra.  

No ano de 1919, a França e a Inglaterra criaram o Tratado de Versalhes, nesse documento a Alemanha foi obrigada a assinar o acordo e pagar altas taxas de indenizações e tributos aos países que formavam a Tríplice Entente, Rússia, França, Inglaterra e EUA, além disso, a Alemanha devolveu a região da Alsácia e a Lorena para os franceses, cedeu à Polônia o território denominado de “corredor polonês” e, sobretudo, foi obrigada a ajudar economicamente na reconstrução dos países europeus devastados pelo poderio bélico humano.

Logo de início, os governantes e a população da Alemanha e Áustria-Hungria não ficaram satisfeitos com as imposições causadas pelo Tratado de Versalhes e os alemães apelidaram o Tratado de “Ditado” de Versalhes. Muitos estudiosos defenderam a ideia de que em 1919 já se delineava uma nova guerra mundial com o clima de revanchismo entre as nações europeias.

Para aumentar ainda mais o clima de tensão na Europa na década de 1920, a economia norte-americana se encontrava no ápice do desenvolvimento econômico, grandes produções de mercadorias e consumismo, entretanto, no ano de 1929, a economia dos EUA sofreu uma das moires quedas registradas na história, o episódio ficou conhecido como a quebra da Bolsa de 1929. As consequências desta quebra da bolsa foram arrasadoras para os norte-americanos, houve milhões de desempregados e falências de empresas, rapidamente a crise econômica foi se estendendo para a Europa e outros continentes.

A Alemanha era um dos países que recebia grande quantidade de investimentos oriundos da economia estadunidense, com a quebra da bolsa, o envio de capitais para os alemães cessou. A situação da Alemanha piorou drasticamente, cerca de 80% da população alemã estava desempregada. Neste momento surgiu o regime nazista para combater a fome, o desemprego e reestruturar a economia alemã.

Na Itália a situação era bem parecida com a situação alemã, os italianos estavam descontentes com a França e a Inglaterra, que não permitiram à Itália anexar as regiões em litígio com a Áustria. Com os países arrasados, necessitando levantar suas economias, surgiu na Alemanha o nazismo e na Itália, o fascismo, dois grupos de extrema direita que foram marcados pela ascensão dos Estados Totalitários. A partir de então, a política de alianças seladas pelo líder alemão Adolf Hitler (1889-1945) e pelo chefe de Estado da Itália, Benito Mussolini (1883-1945), começou a delinear seus rumos, o expansionismo alemão, principalmente, e o italiano.  

Os regimes nazifascistas começaram, na década de 1930, a retomar os territórios que haviam perdido pelo Tratado de Versalhes (1919). A Inglaterra e a França que gerenciavam os acordos de paz na Europa, quase ou nada fizeram inicialmente para evitar a expansão territorial alemã e italiana. Imbuídos de um sentimento de vingança e revanchismo, a Alemanha e a Itália formaram o chamado Eixo, uma política de alianças que delineou os blocos rivais durante a Segunda Guerra Mundial. A ascensão do regime nazifascista se estabeleceu no discurso da nacionalidade, valorizar o que era alemão na Alemanha e o que era italiano na Itália, favorecer o fortalecimento da economia, grande parte da população desses países seguiram o fascismo e o nazismo e estavam prontos para o combate que viria logo a seguir.

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Causas da Segunda Guerra Mundial








0 comentários

Faça seu Login