Você está aqui Mundo Educação História Geral Idade Contemporânea As Doutrinas Socialistas
As Doutrinas Socialistas
O Socialismo em Marx

As precárias condições de trabalho nas indústrias, os baixos salários, o penoso e extensivo ritmo de trabalho imposto ao trabalhador contribuíram para o despertar da classe operária e, consequentemente, o desenvolvimento das doutrinas socialistas na Inglaterra e na França. Essas doutrinas estenderam-se por toda a Europa. O proletariado industrial começou a mediar ativamente na política, dando lugar ao aparecimento de um movimento indiscutivelmente revolucionário, baseado na doutrina de uma fatal luta de classes, cujos teorizadores foram Karl Marx (1818-1883) e Friedrich Engels (1820-1895). A partir dessa teoria, Marx e Engels constituíram a fronteira entre o socialismo utópico (idealizador de uma sociedade igualitária, mas não apontava meios para o desenvolvimento do processo) e o socialismo científico teorizado por eles. 

Marx, judeu alemão, publicou juntamente com Engels, em 1848, o célebre Manifesto Comunista, que abordava o programa da Associação dos comunistas fundada em Paris. Em Londres, onde viveu quase toda sua vida, publicou em 1867 sua principal obra, O Capital, cujos dois últimos volumes foram publicados por Engels.

Em sua tese, Marx acreditava como doutrinas fundamentais as seguintes ideias:

• A interpretação econômica da história. Todos os grandes movimentos políticos, sociais e intelectuais da História foram determinados pelo meio econômico de onde surgiram.

• A luta de classes afirma que os indivíduos pertencem a grupos tanto sociais quanto econômicos, e agem movidos por ideias e interesses que entram em conflito com outros grupos. A luta entre as classes faz parte da História:

Idade Antiga, a luta entre senhores e escravos.
Idade Média, o conflito entre os mestres das corporações e os trabalhadores e entre os senhores feudais e os vassalos.
Idade Moderna, a classe capitalista e os proletários.

• Teoria da evolução socialista. Marx acreditava que o fim do capitalismo dar-se-ia através do proletariado, no qual o Estado seria o detentor dos meios de produção. O socialismo seria somente uma fase de transição para o comunismo, que deveria constituir uma sociedade sem classes, onde o Estado praticamente não existiria.

• A Dialética. Tanto a natureza quanto o homem sofrem processos de transformações constantes. Esse processo é dialético, ou seja, movimenta-se através de forças contrárias, por exemplo, o bem e o mal, o que domina e o que é dominado. Marx acredita que esse embate promove mudanças quantitativas e qualitativas na sociedade. 

Nem todos os ensinamentos de Marx são de sua autoria. As teorias relativas à luta de classes são da Charles Hall e William Thompson, contudo, Karl Marx foi o primeiro a organizá-las em termos de Economia Política.


Por Lílian Martins
Graduada em História

Artigos de "As Doutrinas Socialistas"



Deixe seu comentário para

As Doutrinas Socialistas








0 comentários

Faça seu Login