Tipos de sujeito

Existem diferentes tipos de sujeito, sendo eles: sujeito simples, sujeito composto, sujeito oculto, sujeito indeterminado e sujeito inexistente.

O sujeito insere-se dentre os chamados “Termos essenciais da oração”, pois para que uma oração seja dotada de sentido, ela necessariamente precisa conter sujeito e predicado e, em algumas vezes, complemento.

Como exemplo temos:
O otimismo é uma virtude.

Neste caso, destaca-se como sujeito: O otimismo, e como predicado: é uma virtude.
Desta forma, o sujeito classifica-se como o “ser” do qual se afirma algo. É bem simples descobrirmos o sujeito dentro de uma oração, basta que façamos a pergunta ao próprio verbo. Baseando no exemplo acima, o que é uma virtude? Como resposta temos: o
otimismo.
Agora é importante sabermos que o sujeito classifica-se em:

Simples:
Quando ele possui apenas um núcleo, sendo que este “núcleo” é a ideia principal dentro do sujeito:
O dia está ensolarado. Como núcleo, temos a palavra dia.

Composto:

Quando possui mais de um núcleo:
Pedro e Paulo são irmãos inseparáveis.

Oculto:
Neste caso, sabemos que ele existe, porém não está explícito na oração. A forma pela qual o reconhecemos é pela terminação verbal (desinência).
Cheguei atrasada para o evento.
A terminação -ei provém da primeira pessoa (EU) do pretérito perfeito do modo indicativo. Logo, sabemos que trata-se de um sujeito oculto referente à pessoa verbal já mencionada.

Indeterminado:
Quando ele não está expresso e não podemos reconhecê-lo nem pela terminação do verbo e nem pela identificação dos elementos aos quais o predicado se refere.
Há, portanto, duas regras específicas para reconhecermos os casos de ocorrência:

- Quando o verbo está na terceira pessoa do singular acompanhado do pronome “se” funcionando como índice de indeterminação do sujeito:
Precisa-se de funcionários competentes naquela empresa.

- Quando o verbo está na terceira pessoa do plural:
Falaram mal de você na reunião.

Sujeito inexistente ou oração sem sujeito:

Ocorre quando simplesmente não existe um elemento ao qual o predicado se refere.
Especificamente neste caso, há regras mais complexas que o determina:
Verbos que indicam fenômenos da natureza, como: nevar, chover, trovejar, relampejar.
Está nevando muito na Suíça.

Verbo haver nos sentido de Existir:
Há muita corrupção na política.
Na casa havia locais aconchegantes para o inverno.


Verbo Fazer indicando:

Tempo:
Faz dois meses que não o vejo.

Fenômeno da natureza:
Fez noites frias no inverno passado.


Verbo Ser indicando:

Distância:
Daqui a Anápolis são sessenta quilômetros.

Tempo:
Já é noite.

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Tipos de sujeito








88 comentários

Faça seu Login

  • sexta-feira | 14/11/2014 | jovanna
    Usuário

    Ótima pesquisa

  • quarta-feira | 12/11/2014 | jarlene silva
    Usuário

    Muito bom

  • quarta-feira | 05/11/2014 | ana clara de...
    Usuário

    gacias

  • quinta-feira | 09/10/2014 | rita
    Usuário

    este pesquisa e muito bom