Você está aqui Mundo Educação Gramática Oração Ordem Direta e Ordem Inversa das palavras

Ordem Direta e Ordem Inversa das palavras


Com o objetivo de compreendermos melhor o assunto a ser discutido, analisaremos primeiramente a oração em destaque:

Descontraídos, alegres e peraltas na sala os garotos estão.

Houve alguma dificuldade no que se refere à compreensão da mensagem? Ficou meio confuso e você sentiu necessidade de pronunciar pausadamente os termos constituintes desta oração?

Naturalmente que sua resposta é positiva, mas por que isso acontece?
Justamente porque o emissor da mensagem não usou a Ordem Direta das palavras, que por sua vez, é responsável pelo bom entendimento daquilo que é pronunciado ou escrito no momento da comunicação.

É importante sabermos que há certa distinção entre oralidade e escrita, já que nesta há o predomínio da linguagem formal, bem como o uso correto da pontuação, da concordância e da grafia de acordo com a gramática normativa. E naquela, a linguagem já é mais livre de convenções e regras, predominando, portanto, um nível mais coloquial.
E por assim dizer, o uso da ordem direta das palavras refere-se mais precisamente à língua escrita.

Mas qual seria a ordem direta da oração acima?

Os garotos alegres, descontraídos e peraltas estão na sala.

Para compreendermos melhor sobre a mesma, basta fazermos a análise sintática:

Os garotos - Sujeito Simples
Estão na sala- Predicado Nominal
Alegres, peraltas e descontraídos - Predicativo do sujeito.
Na sala - Adjunto adverbial de lugar.


Diante da análise feita, notamos que a oração dispõe de todos os requisitos básicos para que haja uma perfeita compreensão do enunciado linguístico, ou seja, possui: Sujeito + Predicado + Complemento - Eis a grande questão.

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Ordem Direta e Ordem Inversa das palavras








27 comentários

Faça seu Login

  • quarta-feira | 24/09/2014 | JAIANE BARBOSA
    Usuário

    ME AJUDEM... COMO COLOCO ESSA ESTROFE DO HINO NACIONAL NA ORDEM DIRETA. ESTROFE: Ouviram do Ipiranga as margens plácidas De um povo heróico o brado retumbante, E o sol da liberdade, em raios fúlgidos, Brilhou no céu da pátria nesse instante. ME AJUDEM EU PRECISO DISSO PARA HJ A TARDE

  • quarta-feira | 21/08/2013 | ghdfhrth
    Usuário

    porra ñ deu nada q eu queria ver!!!!

  • quarta-feira | 21/08/2013 | ghdfhrth
    Usuário

    porra ñ deu nada q eu queria ver!!!!

  • quarta-feira | 21/08/2013 | ghdfhrth
    Usuário

    porra ñ deu nada q eu queria ver!!!!