Você está aqui Mundo Educação Gramática Oração Oração Coordenada Orações coordenadas assindéticas e orações coordenadas sindéticas

Orações coordenadas assindéticas e orações coordenadas sindéticas

Orações coordenadas assindéticas e orações coordenadas sindéticas
As orações coordenadas assindéticas e sindéticas compõem o período composto por coordenação

Sempre que nos doamos ao estudo dos fatos gramaticais, aquela corriqueira noção de que eles desencadeiam entre si uma relação de interdependência se torna cada vez mais notória. Apoiados então nessa ideia, parece não precisarmos de muito esforço para concluirmos que o assunto que norteia o artigo em questão – orações coordenadas assindéticas e orações coordenadas sindéticas - estão intrinsecamente relacionadas, inseridas no período composto por coordenação.

Para tornar tal afirmação ainda mais consistente, bem como para fazê-lo(a) se lembrar de alguns aspectos considerados pertinentes, voltemos ao texto “Período composto por coordenação”.

Pois bem, antes de tudo convém nos atermos ao fato de que os termos “assindética e sindética”, provêm de “síndeto”, que é o mesmo que conjunção. Dessa forma, trazendo consigo o prefixo de negação -a, assindética quer dizer ausência dessa mesma conjunção, e sindética, obviamente, significa ressaltar que ela se faz presente. Mas, atendendo ao intuito de reforçarmos ainda mais o seu aprendizado, verifiquemos acerca de alguns exemplos:

Aproximou-se, observou tudo ao redor, nada disse.

Ao analisarmos o período em questão, constatamos que mesmo elíptico, ou seja, não evidenciado, o sujeito se caracteriza pela terceira pessoa do singular (ele/ela), prevalecendo, portanto, para todos os verbos. Nesse sentido, cabe-nos concluir que as orações possuem os elementos sintáticos para que se torne dotada de sentido, mais precisamente fazendo referência ao sujeito e ao predicado. Contudo, não se apresentam constituídas de nenhuma conjunção, razão pela qual são conceituadas como assindéticas.

Já neste outro período, analisemos:

Aproximou-se e observou tudo ao redor, mas nada disse.

Temos três orações, por conseguinte assim classificadas:

1ª oração – oração coordenada assindética.
2ª oração – oração coordenada sindética aditiva.
3ª oração – oração coordenada sindética adversativa.

Tal análise fez com que concluíssemos que as orações coordenadas sindéticas - como antes expresso, são assim concebidas em virtude de se constituírem de conjunções, cujas classificações se efetivam da seguinte forma: aditivas, adversativas, alternativas, explicativas e conclusivas.

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Orações coordenadas assindéticas e orações coordenadas sindéticas








1 comentários

Faça seu Login

  • sexta-feira | 08/08/2014 | Izabel...
    Usuário

    Gosto muito de estudar Língua Portuguesa, principalmente análise sintática