Você está aqui Mundo Educação Geografia Cartografia Trópicos de Câncer e Capricórnio

Trópicos de Câncer e Capricórnio

Os trópicos de Câncer e Capricórnio foram criados em virtude da inclinação dos raios solares durante os solstícios.

Trópicos de Câncer e Capricórnio
Localização dos trópicos de Câncer e Capricórnio

Você já se perguntou qual a função dos trópicos de câncer e capricórnio? Antes de responder a essa pergunta, primeiramente precisamos compreender corretamente as suas respectivas definições.

O Trópico de Câncer é uma linha imaginária localizada no Hemisfério Norte, sobre a latitude de 23,27º. Já o Trópico de Capricórnio localiza-se no Hemisfério Sul, sobre a latitude de -23,27º.

Os trópicos foram criados por serem os pontos onde o sol incide perpendicularmente durante os solstícios — os períodos do ano em que os dias e as noites têm durações diferentes.

Durante o verão no Hemisfério Sul e o inverno no Hemisfério Norte, o sol ilumina perpendicularmente cada vez mais ao sul até se localizar no ponto paralelo ao Trópico de Capricórnio, quando, a partir de então, ele “recua” sua zona de iluminação em direção ao Hemisfério Norte.

Da mesma forma, durante o inverno do Hemisfério Sul e o verão do Hemisfério Norte, acontece o mesmo processo, só que envolvendo dessa vez o Trópico de Câncer, que passa a ser o limite da latitude em que o sol incide perpendicularmente durante o ano.

Por que os trópicos recebem nomes de constelações do zodíaco?

A origem do nome dos trópicos data de cerca de 200 a.C. Nessa época, os astrônomos perceberam que o fenômeno dos solstícios no Hemisfério Sul acontecia quando o sol estava posicionado sobre a constelação de Capricórnio e que, no Hemisfério Norte, ele estava posicionado na constelação de Câncer, dando origem às linhas imaginárias que demarcam esse fenômeno na Terra.

E qual é a função dos trópicos?

Além de marcar o limite de inclinação dos raios solares, os trópicos também possuem outras funções. A primeira delas é a localização geográfica, de forma que essas linhas permitem-nos conhecer as chamadas regiões intertropicais, ou seja, aquelas localidades que se situam entre os dois trópicos.

Outra função é auxiliar na compreensão sobre a dinâmica climática. Isso porque os trópicos, a Linha do Equador e os círculos polares ártico e antártico servem para dividir as faixas climáticas ou Zonas Térmicas, que são um dos principais fatores que determinam o clima das diferentes regiões da Terra.

Países cortados pelo Trópico de Câncer:

América: Bahamas, México e Estados Unidos.

Ásia: Arábia Saudita, Bangladesh, China, Emirados Árabes Unidos, Índia, Myanmar, Omã e Taiwan.

África: Argélia, Chade, Egito, Mauritânia, Líbia, Mali e Níger.

Monumento construído em Taiwan para indicar o Trópico de Câncer ¹
Monumento construído em Taiwan para indicar o Trópico de Câncer ¹

Países cortados pelo Trópico de Capricórnio:

América: Argentina, Brasil, Chile e Paraguai

África: África do Sul, Botswana, Moçambique, Madagascar e Namíbia.

Oceania: Austrália.

Monumento construído na África do Sul para indicar o Trópico de Capricórnio ²
Monumento construído na África do Sul para indicar o Trópico de Capricórnio ²

_________________________
Créditos das imagens:

¹ Dodd e Wikimedia Commons

² Hansm e Wikimedia Commons



Deixe seu comentário para

Trópicos de Câncer e Capricórnio








1 comentários

Faça seu Login

  • quinta-feira | 31/07/2014 | manoel ferreira
    Usuário

    muito boa essa aula foi muito útil