Você está aqui Mundo Educação Geografia Geografia humana do Brasil Agropecuária no Sertão Nordestino

Agropecuária no Sertão Nordestino

Agropecuária no Sertão Nordestino
A criação de caprinos é uma boa alternativa para os sertanejos do Nordeste.
Apesar das adversidades impostas pelo clima, a economia da sub-região do sertão do Nordeste está ligada diretamente à atividade agropecuária, desse modo, para um bom desenvolvimento da mesma é indispensável que o clima contribua oferecendo condicionantes para que ocorra um plantio e que todas as etapas de uma lavoura não sejam prejudicadas por falta de umidade, e assim seus resultados produtivos não sejam influenciados pela composição climática que se apresenta nessa parte da região, especialmente em períodos de estiagem. Diante disso, fica evidente que o sucesso ou fracasso da produção agropecuária nessa sub-região depende exclusivamente das condições climáticas, em especial a chuva, pois é esse bem natural que promove a prosperidade da atividade no sertão.

A agropecuária é uma atividade econômica que abrange tanto a agricultura quanto a pecuária. No sertão, a atividade pecuária (criação de animais) ocupa um lugar de destaque, uma vez que é a principal atividade econômica.

Como essa região ainda não ingressou em um processo de mecanização e modernização efetiva do campo, a pecuária é desenvolvida de forma tradicional ou extensiva, isso quer dizer que os animais são criados em extensas áreas, no caso dos latifúndios, sem maiores cuidados e se alimentam quase sempre de pastagens nativas e não cultivadas, diante disso a produtividade é baixa. Depois da criação de gado, a principal é a produção de caprinos, animais de pequeno porte que resistem às condições mais adversas impostas pelo clima, devido a esse fator o Nordeste detém o maior rebanho dessa espécie no Brasil, com aproximadamente 9 milhões de animais.

Na agricultura, a produção é destinada ao próprio consumo, isso se desenvolve em praticamente todo o sertão, especialmente em pequenas propriedades rurais, nelas a produção é pequena, o trabalho é desenvolvido pelos integrantes da família sem utilização de tecnologias, usando técnicas e instrumentos rudimentares e tradicionais.

Alguns lugares do Sertão nordestino, como as encostas das serras e os vales fluviais, detêm certa umidade que proporciona condições que permitem o desenvolvimento da atividade agrícola, tais como o cultivo de culturas como milho, feijão, arroz e mandioca, além do cultivo de lavouras com fins comerciais como o algodão arbóreo e a soja no oeste da Bahia, ambas com produção destinada ao mercado externo.



Deixe seu comentário para

Agropecuária no Sertão Nordestino








24 comentários

Faça seu Login

  • quarta-feira | 05/06/2013 | Chaira
    Usuário

    amei este site é bastante educacional

  • terça-feira | 21/08/2012 | Maryelle
    Usuário

    Adoreei , queroo tirar 10 nesse trabalhooo !

  • segunda-feira | 20/08/2012 | Amanda
    Usuário

    Adoreeei , espero tirar 10 nesse trabalhoo !!

  • terça-feira | 12/06/2012 | Quécia
    Usuário

    Adorei gostei mt acho q vou tirar nota dez!!!