Você está aqui Mundo Educação Geografia Geografia humana do Brasil A pobreza no Brasil
A pobreza no Brasil
Bairros marginalizados que convivem com a pobreza
Diariamente todos os brasileiros convivem e visualizam os resultados decorrentes da pobreza, na qual a maioria da população nacional se encontra, os meios de comunicação (revistas, jornais e rádio) divulgam os imensos problemas provenientes de uma sociedade capitalista dividida em classes sociais.

Uma parcela da população acredita que a condição de miséria de milhares de pessoas espalhadas pelo território brasileiro é causada pela preguiça, falta de interesse pelo trabalho, acomodados à espera de programa sociais oferecidos pelo governo, em suma, acham que só não trabalha quem não quer, no entanto, isso não é verdade.

Nas últimas décadas, o desemprego cresceu em nível mundial paralelamente à redução de postos de trabalho, que diminuiu por causa das novas tecnologias disponíveis que desempenham o trabalho anteriormente realizado por uma pessoa, a prova disso são os bancos que instalaram caixas de auto-atendimento, cada um desses corresponde a um posto de trabalho extinto, ou seja, milhares de desempregados, isso tem promovido a precarização dos vínculos de trabalho, isso quer dizer que as pessoas não estão garantidas em seu emprego e todos buscam uma permanência no mesmo, antes a luta principal era basicamente por melhorias salariais, atualmente esse contexto mudou.

Quando um trabalhador é demitido e não encontra um novo emprego em sua área de atuação, ou em outras, fica impedido de gerar renda, sem condições de arrecadar dinheiro através de sua força de trabalho as pessoas enfrentam dificuldades profundas e às vezes convivem até mesmo com a fome.

É comum relatos de professores de escolas de bairros periféricos onde há altos níveis de desemprego a ocorrência de desmaios de alunos por falta de alimentação, muitos estudantes freqüentam a escola por causa da merenda escolar que, pra muitos, é a única refeição do dia.

Esse processo de distribuição de renda e desemprego obriga as pessoas a procurar lugares impróprios à ocupação urbana, como não tem condições financeiras para custear moradias dignas, habitam favelas e áreas de risco desprovidas dos serviços públicos (esgoto, água tratada, saúde, educação, entre outros) que garantem uma melhor qualidade de vida.

Nesse sentido, há uma camada da população que nem sequer tem um “barraco” em uma favela, vivem embaixo de fachadas de lojas, instituições, praças e pontes. A pobreza é decorrente de vários fatores, os principais são os processos de globalização, a modernização dos meios de produção e a desigual distribuição da renda.

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

A pobreza no Brasil








138 comentários

Faça seu Login

  • sábado | 17/05/2014 | Antonio...
    Usuário

    sera que estamos preparados para á copa do mundo de 2014, com tanta pobreza?

  • domingo | 18/08/2013 | kezia leticia
    Usuário

    texto mt bom..

  • segunda-feira | 17/06/2013 | cistina maria
    Usuário

    Concordo e frei meu desabafo: a miséria no Brasil é um problema político e histórico que vem há décadas excluindo socialmente sua camada chamada base da pirâmide qual corresponde a maioria da população brasileira. classificada entre outras categorias científicas como primeira, segunda, terceira e outras tantas nomenclaturas para disfarçar o descaso ou a pouca investigação a respeito desse agravante econômico social...ufa! falei!!!!!!

  • terça-feira | 11/06/2013 | Jack
    Usuário

    Muito bom me ajudou na minha redação!