Você está aqui Mundo Educação Geografia Continentes Europa A organização do espaço geográfico europeu

A organização do espaço geográfico europeu

A organização do espaço geográfico europeu
Mapa da Europa ocidental e oriental

O continente europeu é constituído por paisagens extremamente humanizadas, dessa forma os recursos naturais e paisagens já foram intensamente modificadas, resultado do expressivo desenvolvimento econômico e industrial. As transformações ocorridas na Europa tiveram início na Revolução Industrial.

Posteriormente o desenvolvimento atingiu a produção agrícola que avançou em produtividade ampliando as áreas cultivadas.

O espaço europeu possui uma complexa rede de transportes interligando todos os espaços dentro do continente com grande eficiência. A rede de transportes corresponde a toda infra-estrutura para dinamizar o fluxo de mercadorias e pessoas, a rede, para um bom funcionamento, precisa ter rodovias em boas condições, hidrovias, portos, aeroportos e ferrovias.

A indústria na Europa desenvolvida

A condição atual de alto desenvolvimento industrial no continente europeu, especialmente no lado ocidental, é decorrente de um processo histórico, pois a Revolução Industrial teve início na Europa, mais precisamente na Inglaterra no final do século XVIII início de século XIX. O nível econômico e industrial não é homogêneo no continente, pois se difere entre a Europa Ocidental (desenvolvida) e Europa Oriental (subdesenvolvida), a segunda é composta por países da ex-URSS (União Repúblicas Socialistas Soviéticas).

A Europa desenvolvida possui um setor industrial diversificado que vai da indústria de base até tecnologia de ponta, além de um setor secundário bastante variado. O nível de industrialização e tecnologia proporcionou o surgimento de dezenas de empresas multinacionais, pois grandes incorporações empresariais têm origem européia. Porém, na Europa Oriental os países não acompanharam essas evoluções e tiveram uma industrialização tardia, ou seja, o processo de industrialização aconteceu cerca de cem anos após o início da Primeira Revolução.

A indústria está ligada diretamente com os recursos energéticos e também minerais, pois são esses que suprem de matéria-prima e fonte de energia para processá-las. Na Primeira Revolução Industrial o principal recurso energético foi o carvão que era utilizado para abastecer as máquinas a vapor nas indústrias têxteis.

As indústrias se instalaram próximas às áreas de extração de minérios. Mais tarde, no final de século XIX, houve o descobrimento do petróleo e suas utilizações no processo produtivo e de transportes e investimentos em usinas hidrelétricas e nucleares que acelerou todo desenvolvimento econômico e industrial.

Mas o consumo de recursos minerais energéticos ou não, recursos renováveis e não-renovais provoca uma série de impactos ambientais que comprometem as paisagens naturais, o ar, a atmosfera, as águas, o solo e etc., isso sem falar nos resíduos industriais.
As alterações ocorridas na Europa Ocidental fez emergir uma consciência ecológica em favor da preservação da natureza com uma forte aprovação da sociedade em geral.

A Europa é um continente extremamente urbano e industrializado, isso quer dizer que a grande maioria das pessoas vive em cidades, até por que são nelas que se encontram as oportunidades de trabalho (setor secundário e terciário), essa urbanização massificada foi devido à mecanização do campo a partir da década de 50 que desencadeou o fenômeno do êxodo rural. No século XIX, houve um grande fluxo de migração de Europeus para todos os continentes em busca de uma nova vida, pois na Europa as condições de trabalho nas indústrias estavam precárias.

Por ser um continente urbano, esse se configura como uma densa e complexa rede urbana composta por um grande número de cidades em espaço articulado com importância comercial e industrial. Nessas cidades européias estão presentes algumas das sedes de organismos internacionais.

O espaço agrário na Europa desenvolvida

O espaço agrário na Europa desenvolvida possui um elevado nível tecnológico no campo, esse nível produziu uma redução de trabalhadores rurais que compõe o PEA (População Economicamente Ativa) como, por exemplo, Reino Unido 1,8%, Bélgica 2,3%, Alemanha 1,4%, França 2,9%. Em suma, o espaço agrário europeu é caracterizado por um elevado índice de produtividade.

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

A organização do espaço geográfico europeu








28 comentários

Faça seu Login

  • sexta-feira | 13/06/2014 | SERGIO
    Usuário

    É possível afirmar que a indústria de alta tecnologia na Europa está distribuida geograficamente?

  • domingo | 02/06/2013 | Fabio Paulo
    Usuário

    Ótimo conteúdo.

  • quarta-feira | 15/08/2012 | douglas
    Usuário

    uff vou tirar nota 10!!!

  • segunda-feira | 25/06/2012 | Junior
    Usuário

    Me ajudou muito no meu trabalho.