Você está aqui Mundo Educação Física Mecânica Lei de Hooke

Lei de Hooke

A Lei de Hooke é uma homenagem ao físico inglês Robert Hooke, que teorizou a deformação do corpo elástico ao expandir-se.

O físico inglês Robert Hooke foi quem primeiro demonstrou que muitos materiais elásticos apresentam deformação diretamente proporcional a uma força elástica, resistente ao alongamento produzido.

Hooke representou matematicamente sua teoria com a equação:


F = K.x


Em que:
F = força elástica
K = constante elástica
x = deformação ou alongamento do meio elástico

Nota-se então que a Lei de Hooke é responsável por verificar a deformação do corpo elástico ao se expandir. O objeto de estudo mais usado para esse evento é a mola espiral, por ser um objeto flexível que se alonga facilmente.

A energia armazenada no corpo (nesse caso, a mola) é a energia potencial, também conhecida como energia de posição, que é um tipo de armazenamento de energia dos corpos em virtude do seu posicionamento, ou seja, o sistema ou o corpo podem possuir forças interiores capazes de modificar suas posições relativas e suas diferentes partes para chegar ao objetivo (que é realizar trabalho).

Mas como essa energia armazenada está diretamente ligada à mola, chamamos esse evento de Energia potencial elástica, no qual o armazenamento de energia ocorre na interação entre a mola e o bloco.

O trabalho realizado de forma externa (força externa que aparece na figura), para vencer a resistência da mola, é igual à energia que o próprio trabalho transfere para a mola, ficando armazenada como energia elástica.


Equação da Energia Potencial Elástica, cuja unidade no SI é Joule (J)

Por Talita A. Anjos
Graduada em Física
Equipe Mundo Educação

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Lei de Hooke








1 comentários

Faça seu Login

  • quarta-feira | 30/04/2014 | Dênis
    Usuário

    Obrigado, ajudou muito.