Você está aqui Mundo Educação Filosofia Fundamentalismo

Fundamentalismo

Fundamentalismo
Movimentos religiosos, étnicos, econômicos e políticos

Dá-se o nome de fundamentalismo aos movimentos de caráter religioso, étnico, econômico e político. Este termo foi criado dentro do protestantismo do sul dos Estados Unidos no século XIX e, portanto a princípio veio sob contexto religioso.

Em seu contexto inicial, é fundamentalista quem acredita e confia na Bíblia, quem considera a divindade de Jesus Cristo, quem crê no nascimento de Jesus Cristo através de um corpo virgem, quem crê em sua morte e ressurreição a favor da humanidade, quem crê em sua vinda à Terra, quem acredita na criação da Terra em seis dias e na salvação eterna dos cristãos bem como a condenação eterna dos não-cristãos.

O fundamentalismo também é um termo utilizado pelos islâmicos a fim de propagar o alcorão como forma de organização, moral, estilo de vida e de política. Muitos confundem o fundamentalismo protestante ao islâmico, mas muito se diferem visto que o islamismo considera suas autoridades políticas como mediadores da fé. No ponto de vista econômico, o fundamentalismo não considera a religião e sim a pessoas de muitas riquezas e posses materiais.

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Fundamentalismo








7 comentários

Faça seu Login

  • sexta-feira | 29/04/2011 | airton ramos...
    Usuário

    a verdade é uma só,o fim está proximo,a natureza tem seu ciclo à cumprir, nossas teorias não valerão em nada diante do exterminio da humanidade.

  • domingo | 10/04/2011 | Lazaro Santos
    Usuário

    " A Fé é o firme fundamento das coisas que se esperam e prova das coisas que não se vêem..." Hebreus 11:1. Fé não se explica, se sente; fé não deve ser uma coisa teórica, quem a tem precisa colocar em prática. Esta fé, da qual o Apostólo Paula fala, é dom de Deus. Não é um simples fator ou criação humana, mas vem do Trono do Pai das Luzes, Iavé O Soberano e Criador de todas as coisas. Se você acha que não tem fé, peça a Jesus Cristo. Ele é misericordioso, longânimo e te dará a preciosa fé...

  • domingo | 02/01/2011 | Simara
    Usuário

    Gostei de ler o texto e como já pensava... não sou e não gosto do fundamentalismo, ele existe para regrar as populações e condicioná-las às vontades do poder político-religioso.

  • domingo | 06/06/2010 | Fred
    Usuário

    O texto está bem claro e objetivo. Não concordo que esteja tendencioso, apenas trata o assunto de forma direta e na sua raiz. Fundamentalismo vem de fundamentos, neste caso religiosos (baseados na bíblia, corão...). O problema é quando o fundamentalismo passa a ser radical e preconceituoso, quando o praticante coloca o seu fundamento como verdade absoluta.