Você está aqui Mundo Educação Doenças Hiperglicemia

Hiperglicemia

Hiperglicemia
Um dos sintomas da hiperglicemia é o aumento da fome

A hiperglicemia ocorre quando o nível de glicose no sangue se encontra muito elevado. A principal causa desse aumento de açúcar no sangue se deve à diabetes, que ocorre em virtude de uma alteração no pâncreas, que não produz, ou produz em quantidade insuficiente, o hormônio insulina, que é o responsável por adequar os níveis de glicose no sangue.

O excesso de glicose no organismo é prejudicial. Por isso, quando a glicose em nosso sangue ultrapassa 160 a 180 mg/dL, o nosso organismo arruma formas de excretá-la, e uma dessas formas é mandar a glicose para os rins, para eliminá-la na urina. Com isso, aparece um dos primeiros sintomas da hiperglicemia, chamado de poliúria, que é o excesso de urina. Quando a pessoa urina muito, ela vai eliminar glicose e água. Sendo assim, aparecerá outro sintoma da hiperglicemia, que é a sede (ou polidipsia).

O corpo pode estar com excesso de glicose, mas no cérebro ocorre uma redução desse açúcar, causando muita fome, o que chamamos de polifagia. Isso ocorre porque o cérebro interpreta que o organismo não está alimentado.

Outros sintomas sentidos por uma pessoa que está com hiperglicemia são dores, dormência e formigamento nas pernas, visão turva e embaçada, prurido na região genital.

O diabetes do tipo 1 é também chamado de diabetes insulino-dependente, pois a pessoa na consegue produzir insulina, precisando recorrer à insulina injetável. É o tipo de diabetes mais comum em crianças e jovens. A hiperglicemia nesse tipo de diabetes pode levar ao coma e à cetoacidose diabética.

No diabetes do tipo 2, os sintomas de hiperglicemia são praticamente imperceptíveis, e isso pode atrasar seu diagnóstico, causando algumas complicações.

As complicações causadas por hiperglicemia podem ser a retinopatia (problema ocular); neuropatia (problema nos nervos); angiopatia (problema nos vasos sanguíneos); entre outros.

Há um tipo de complicação denominada Síndrome Hiperglicêmica Hiperosmolar, que pode ocorrer nos portadores idosos de diabetes tipo 2. Nessa síndrome, ocorre a desidratação do organismo, pois, em razão de uma falha no mecanismo da sede, essa pessoa deixa de ingerir água. Como está urinando excessivamente, acaba ficando desidratada, entrando em estado de confusão mental, coma e óbito. Alguns fatores podem desencadear a síndrome, como AVC, infarto do miocárdio, infecções, uso de glicocorticoides, diuréticos, cirurgias, etc.

Portadores de diabetes podem evitar a hiperglicemia mantendo o nível de açúcar no sangue normal. Para isso é imprescindível que essas pessoas adotem uma alimentação balanceada, pratiquem atividades físicas e sigam todas as recomendações médicas.

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Hiperglicemia








0 comentários

Faça seu Login