Você está aqui Mundo Educação Doenças Conjuntivite: cuidados

Conjuntivite: cuidados

Conjuntivite: cuidados
Em muitos casos de conjuntivite, o uso de colírios é necessário

A conjuntivite é uma infecção da conjuntiva, membrana que reveste a região branca dos olhos. Ela confere vermelhidão, ardência, lacrijamento e secreções em um ou nos dois olhos e pode comprometer, também, a córnea e a pálpebra.

Pode ser causada por alergia, contato com substâncias químicas ou pela infestação de vírus ou bactérias. Nestes dois últimos casos, ela é contagiosa.

Assim, no caso de infecção por estes microorganismos, a pessoa acometida deverá tomar certos cuidados para evitar complicações e, também, algumas medidas, a fim de evitar a contaminação de outras pessoas :

- Não coçar os olhos;
- Fazer compressas de água fria, para diminuir o desconforto;
- Limpar os olhos com delicadeza;
- Para limpeza, utilizar gaze úmida, com água morna ou soro fisiológico a 0,9%. O uso de água boricada não deve ser considerado, visto que pode causar reações alérgicas;
- Como, ao acordar, os olhos podem se apresentar “colados”, o ideal é usar compressas sobre os olhos fechados até o amolecimento da secreção;
- Sempre lavar as mãos, principalmente após entrar em contato com a região ocular;
- Não tomar banho de piscina ou mar;
- Preferir lenços e toalhas de papel;
- Caso use travesseiro, fazer uso exclusivo dele;
- Trocar as roupas de cama todos os dias, não se esquecendo da fronha;
- Caso tenha companheiro (a), os dois devem dormir em locais separados, a fim de evitar a contaminação deste;
- Não compartilhar óculos, lentes de contato, maquiagem, etc;
- Desconfortos ao contato com a luz? Usar óculos escuros aliviam o quadro;
- Usar seu próprio (e exclusivo) sabonete;
- Não encostar o frasco do colírio nos olhos;
- Não usar lentes de contato até que seja curado;
- Ingerir mais alimentos ricos em vitamina C, para reforçar o sistema imune;
- Secreção amarelada é uma característica da conjuntivite bacteriana, podendo ser necessário o uso de colírio com antibióticos.


*Devido à grande capacidade de contaminação de outras pessoas e a necessidade de repouso, o afastamento das atividades por aproximadamente uma semana pode ser necessário.

**Aos sinais dos primeiros sintomas, a visita a um médico oftalmologista é essencial. O uso de qualquer remédio ou mesmo determinadas ações devem ser feitas sob a orientação deste, a fim de evitar problemas como a seleção artificial dos patógenos, consequência da má administração de antibióticos.
 


Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Conjuntivite: cuidados








0 comentários

Faça seu Login