Você está aqui Mundo Educação Datas Comemorativas Agosto Dia do Estudante

Dia do Estudante

Dia do Estudante
D. Pedro I e o prédio do curso de ciências jurídicas

No dia 11 de agosto de 1827, D. Pedro I instituiu, no Brasil, os primeiros cursos de ciências, divididos na área jurídica e na área social. A maioria dos países da Europa já tinha cursos superiores e o Brasil precisava se alavancar nesse sentido.

Os estados brasileiros favorecidos com essas escolas foram São Paulo, na capital, e Pernambuco, em Olinda.

As estruturas dessas duas das escolas eram bem simples, feitas de taipa, onde a argila é misturada às ripas de madeira para construir as paredes, técnica trazida pelos portugueses.

O número de pessoas nas turmas era restrito, sendo estas formadas por apenas quarenta alunos.

Nessa época, o regime de governo em nosso país era o império, onde o chefe era um monarca, sob o poder de um soberano, imperador ou imperatriz.

Em razão da ausência de escolas de nível superior no Brasil, era comum que as pessoas fossem estudar na Europa, normalmente os filhos dos constituintes do governo, da própria família real, duques, grão-duques ou príncipes ou então dos latifundiários - donos das terras, plantações de cana-de-açúcar e dos barões do café.

Para ingressar nesses cursos os estudantes deveriam apresentar as certidões de idade, com no mínimo quinze anos; e de aprovação nas disciplinas de latim, retórica, filosofia, francês, geometria e gramática, conforme documentado na própria lei de 11 de agosto de 1827.

Somente em 1927, cem anos mais tarde, é que o dia do estudante foi estabelecido no Brasil, por Celso Grand Lev, que resolveu homenageá-los com essa data específica.

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Dia do Estudante








1 comentários

Faça seu Login

  • terça-feira | 06/08/2013 | neide lopes
    Usuário

    parabens aos estudantes polo seu lindo dia,me sinto feliz por fazer parte da vida de tantos estudantes.