Você está aqui Mundo Educação Curiosidades Os laranjas e as práticas ilícitas

Os laranjas e as práticas ilícitas

Os laranjas e as práticas ilícitas
Laranja: fruta ou cobaia para práticas ilegais?

Atualmente é muito comum ouvir nos noticiários a respeito dos laranjas que são pessoas que disponibilizam seu nome, conta bancária, para que outra, utilizando tais dados, faça negociações ilícitas sem expor sua identidade. Essa prática é muito usada por corruptos que encontram nos laranjas a escapatória para seus negócios irregulares, dinheiro sujo, licitações irregulares, e diversas outras transações comerciais. Por isso, o “laranja” está, muitas vezes, ligado a procedimentos ilegais.

Muitas pessoas se enganam pensando que apenas as pessoas que contratam os “laranjas” detidas, mas se enganam, pois aquele que se submete a tais práticas também é enquadrado nos artigos pertencentes ao código penal, quando estão envolvidos em práticas criminosas. Normalmente é o valor oferecido que faz com que uma pessoa aceite ser “laranja” (emprestar nome, número dos documentos pessoais, conta bancária, etc.) para outro indivíduo, pois é uma forma de obter dinheiro sem muito esforço. Por isso, não se preocupam em saber o que o outro irá fazer com tais informações, podem ser envolvidos em práticas criminosas sem nem tomar conhecimento.

No Brasil, infelizmente, há notícias de que essa prática existe e que é utilizada por grandes empresários, inclusive pelos grandes políticos, para práticas ilegais. Um bom exemplo disso é o mensalão, que utilizava dados de “laranjas” para encobrir o caixa dois de alguns partidos envolvidos no esquema de corrupção.

É preciso estar atento, pois na maioria dos casos a pessoa que quer contratar um laranja pode estar envolvida em práticas ilegais e isso faz com que todos os envolvidos sofram o vigor da lei.

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Os laranjas e as práticas ilícitas








0 comentários

Faça seu Login