Você está aqui Mundo Educação Biologia Biologia celular Células Retículo Endoplasmático

Retículo Endoplasmático

O retículo endoplasmático é um aglomerado de membranas que evolvem cavidades de várias formas. Tais cavidades ficam separadas do citosol pela membrana e no seu interior ocorrem a síntese e o transporte de várias substâncias. As membranas constituem às vezes túbulos, e outras vezes sacos achatados. São conhecidos dois tipos de retículos: O retículo endoplasmático liso e o retículo endoplasmático rugoso.

Retículo Endoplasmático Rugoso (RER)

Também denominado de gastoplasma, é formado por cavidades achatadas com vários ribossomos na parte externa da membrana, ou seja, na parte em contato com o citoplasma. A presença dos ribossomos dá característica enrugada à membrana quando observada ao microscópio. As proteínas produzidas pelos ribossomos do retículo rugoso são lançadas na cavidade do retículo e envolvidas por pedaços de membrana, formando pequenos “pacotes” ou vesículas cheias de proteína. Esses pequenos “pacotes” são enviados para o complexo golgiense, de onde podem ser secretadas, ou seja, lançadas para fora da célula. Dessa forma defini-se que o retículo endoplasmático rugoso produz proteínas para exportação. Porém o retículo rugoso também produz proteínas que, depois de chegarem ao complexo golgiense, serão transferidas para a membrana plasmática ou para outra organela do sistema de endomembranas. Dessa forma, o retículo endoplasmático rugoso também produz proteínas que formam membranas.

Retículo Endoplasmático Liso (REL)

Constituí cavidades em forma de tubos e não possui ribossomos aderidos às suas membranas, portanto, não atua na síntese de proteínas. Porém em poucas cavidades há enzimas que sintetizam diversos tipos de lipídios, como os da membrana plasmática e os esteróides (que formam, por exemplo, os hormônios sexuais). Existem também enzimas responsáveis por uma desintoxicação do organismo, enzimas que transportam alguns medicamentos, álcool e outras substâncias tóxicas em produtos menos tóxicos e de excreção mais simples. Tal processo é realizado no fígado, na pele, nos rins e nos pulmões. Nos músculos, o retículo endoplasmático liso (conhecido como retículo sarcoplasmático) também é muito desenvolvido e serve de reservatório de íons, cálcio necessário ao mecanismo de contração.

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Retículo Endoplasmático








14 comentários

Faça seu Login

  • segunda-feira | 19/11/2012 | maria de fatma
    Usuário

    adoreiiiiiiiii e achei interesante

  • segunda-feira | 12/11/2012 | adriel
    Usuário

    muito bom

  • segunda-feira | 12/11/2012 | adriel
    Usuário

    achei muito imteressante

  • domingo | 02/09/2012 | Diessica
    Usuário

    Gostei bastante do que li, entendi o que é Retículo Endoplasmático e isso me ajudou e failitou muito o meu trabalho! Obrigada!