Você está aqui Mundo Educação Biologia Seres Vivos Reino Monera Reprodução das Bactérias

Reprodução das Bactérias

A reprodução das bactérias é por reprodução binária. Nesse processo de reprodução assexuada, a bactéria duplica seu material genético e divide-se em duas.

Alimentos estragados e doenças infecciosas são alguns exemplos nos quais a reprodução bacteriana pode ser observada de forma negativa na vida humana, entretanto, o fato de possuírem uma capacidade extraordinária de reprodução permite que utilizemos as bactérias em processos benéficos como: produção de alimentos e bebidas, obtenção de adubos e no processo de biorremediação, que permite a limpeza menos agressiva do ambiente contaminado por agentes tóxicos.

Desta forma, compreender sobre o processo de reprodução desses microrganismos não apenas facilita na prevenção de doenças e na conservação de alimentos, mas nos permite saber a forma correta de utilizarmos sua ação para melhorar nossa qualidade de vida.

As bactérias apresentam como forma de reprodução a reprodução binária, também chamada de cissiparidade ou bipartição. Neste processo de reprodução assexuada, a bactéria duplica seu material genético e se divide em duas, ambas terão a mesma quantidade de DNA e representarão as mesmas funções. Observe na imagem abaixo o processo de divisão ocorrendo.

Só para termos uma noção do potencial reprodutivo de uma bactéria, vamos imaginar: colocamos uma única bactéria em um local e oferecemos a ela condições ideais de temperatura e nutrientes. Após cerca de 30 minutos, a primeira divisão estará concluída e após esta ocorrerão várias outras, originando, em apenas 24 horas, aproximadamente milhares de bactérias, todas semelhantes àquela original. Esse conjunto formado por bactérias de mesma origem recebe o nome de clone.

Mas não pense que, mesmo parecendo iguais, todas as bactérias o são. Existem fatores diversos que tornam as bactérias diferentes, alguns aleatórios como mutações, outros não.

Alguns desses eventos não aleatórios permitem que estas absorvam pedaços de DNA de outras bactérias já mortas e se tornem diferentes, ou ainda permitem a formação de pontes de ligação entre duas bactérias aceitando que uma passe pedaços de DNA para outra, modificando seu material genético. Todos esses exemplos são chamados de recombinação genética e não se constituem em reprodução sexuada, pois, após a modificação ocorrida, a forma de reprodução será por divisão binária.

Quando algumas bactérias, como a causadora da doença botulínica, não encontram meios ideais para sua sobrevivência, formam uma estrutura de resistência chamada endósporo. O processo de formação desta célula especial é chamado de esporulação e, depois de concluído, originará uma estrutura resistente a altas temperaturas e a total ausência de água e nutrientes. O combate aos endósporos bacterianos é um grande desafio para a medicina e para as indústrias que processam alimentos.

Fabrício Alves Ferreira
Graduado em Biologia
Equipe Mundo Educação

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Reprodução das Bactérias








1 comentários

Faça seu Login

  • sexta-feira | 13/04/2012 | izah
    Usuário

    aprendi muito com esse site! vcs estao de parabéns!