Você está aqui Mundo Educação Biologia Gravidez Metodo da Tabelinha
Metodo da Tabelinha
Calculando o período fértil através da tabelinha

O método da tabelinha, também conhecido como método do ritmo ovulatório, é considerado uma forma de programação contraceptiva, bastante utilizada geralmente pelo público feminino, pois se trata de um controle envolvendo o ciclo menstrual (fisiologia específica do organismo feminino).

Contudo, o seu entendimento vem despertando a curiosidade também dos homens: seja a faixa etária que compreende os adolescentes, interessados em calcular os dias propícios para manterem relações sexuais com suas parceiras, sem risco de ser chamado de papai precocemente; ou por homens recém casados, que fazem opção por planejamento familiar evitando ter filhos, decorrente a fatores financeiros.

Dessa forma, o método tem como fundamento a observação dos eventos biológicos que envolvem o aparelho reprodutor feminino.

Normalmente o ciclo menstrual possui duração média igual a 28 dias, podendo variar para mais ou para menos, dependendo do organismo (de mulher para mulher), ou variando em um mesmo organismo, em conseqüência de distintos fatores, por exemplo, emocionais, interferindo na taxa dos hormônios sexuais (folículo estimulante – FSH e luteinizante – LH).

Seguindo essa tendência, a ovulação ocorrerá por volta do décimo quarto dia (meio do ciclo), sendo perceptível através da elevação da temperatura corporal da mulher, oscilando cerca de 0,5 °C, normalmente estabilizada no patamar de 36,6 ° C, atingindo 37,0 °C após a liberação do óvulo pelo folículo.

Para se estimar o período fértil, também deve ser levada em consideração a viabilidade dos gametas: tanto o espermatozóide quanto o óvulo vivem em média 72 horas (03 dias) no interior da cavidade uterina.

Assim, os três dias anteriores (o décimo primeiro, segundo e terceiro dia) e os três seguintes (o décimo quinto, sexto e sétimo dia) da ovulação, são as prováveis datas propensas à gravidez.

Entretanto, não se pode descartar a possibilidade de inclusão do nono e do décimo oitavo dia, como momentos oportunos à fecundação dos gametas.

Portanto, aplicando-se o método da tabelinha, é possível estimar períodos para relações sexuais nas quais se deseja engravidar, bem como períodos em que se deseja evitar a gravidez.

Cuidado!
Quem deseja aplicar este método anticoncepcional deve se ater (ter atenção) quanto à irregularidade do ciclo menstrual, evitando uma surpresa após nove meses.

Sendo aconselhável e seguro usar outros métodos, como: a camisinha (este protegendo contra doenças sexualmente transmissíveis), DIU ou anticoncepcional hormonal (com indicação / prescrição médica).

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Metodo da Tabelinha








4 comentários

Faça seu Login

  • quinta-feira | 10/05/2012 | luane pereira...
    Usuário

    Me ajudou um poko pro meu trabalho de ciencias...

  • quinta-feira | 01/12/2011 | cleison
    Usuário

    me ajudou bastante

  • segunda-feira | 21/11/2011 | paulo
    Usuário

    os estudos sao muito interessantes alem de isso ser muito importante nao so para a populaçao feminina mas tambem para a masculina

  • quinta-feira | 25/08/2011 | igor gustavo...
    Usuário

    eu acho isso muito pratico