Você está aqui Mundo Educação Biologia Seres Vivos Reino Animalia Eutérios
Eutérios
Lêmure: um animal eutério

Os animais eutérios pertencem ao maior grupo da classe dos mamíferos, compreendendo aproximadamente cinco mil espécies: aproximadamente 95% dos representantes desta classe, com grande diversidade de adaptações aos mais diferentes tipos de ambientes. Oceanos, águas continentais, espaço aéreo, montanhas, regiões polares, desertos, bosques e savanas são alguns ambientes nos quais podemos encontrá-los.

Também chamados de placentários, estes indivíduos se desenvolvem no interior do útero materno, recebendo nutrientes e oxigênio, e eliminando produtos do metabolismo via placenta.

Ao nascer, apresentam-se embriologicamente mais desenvolvidos que os marsupiais e monotremados. Outro aspecto que diferencia os eutérios destes outros dois grupos de mamíferos é a ausência de cloaca, apresentando ânus e uma abertura para a eliminação de compostos nitrogenados; e a presença de tetas ou mamilos.

Exceto o peixe-boi, tamanduá, preguiça-de-dois-dedos e preguiça-de-três-dedos; todos os representantes placentários possuem sete vértebras cervicais.

Morcegos (Ordem Chiroptera); tamanduás e preguiças (Ordem Pilosa); tatus (Ordem Cingulata) coelhos e lebres (Ordem Lagomorpha); ratos, capivaras, esquilos e porco-espinho (Ordem Rodentia); baleias e golfinhos (Ordem Cetacea); cães, leões e hienas (Ordem Carnivora); rinocerontes, cavalos, antas e zebras (Ordem Perissodactyla); camelos, porcos, veado, boi e carneiros (Ordem Artiodactyla); elefantes (Ordem Proboscidea); peixes-boi (Ordem Sirenia); e lêmures, macacos e seres humanos (Ordem Primates); são apenas alguns poucos representantes deste grupo.


Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Eutérios








0 comentários

Faça seu Login