Você está aqui Mundo Educação Biologia Botânica Estômatos
Estômatos
Morfologia estomática, apresentando ostíolo fechado.

Os estômatos, também denominados de células-guardas, são estruturas epidermáticas de formato reniforme, presentes principalmente na face inferior (axial) das folhas.

São formados por duas células altamente especializadas, rica em cloroplastos (pigmento fotossintético), possuindo uma abertura regulável (ostíolo) através da qual ocorrem as difusões de trocas gasosas entre a planta e o ar atmosférico.

Essa abertura é regulada pela quantidade de água no interior das células estomáticas: quando as células estão túrgidas, isto é, com a máxima quantidade tolerante de água absorvida, permitem a abertura do ostíolo; quando na situação flácida, perdem água, e o ostíolo se fecha.

O mecanismo de abertura e fechamento estomático é bem complexo, sendo regulado por diversos fatores, dentre eles: a concentração de íons potássio, influenciando na pressão osmótica, a intensidade luminosa, a concentração de gás carbônico e o teor hídrico do vegetal.

FATOR AMBIENTAL

COMPORTAMENTO ESTOMÁTICO

Concentração de K+

  Alta concentração - Abertura do ostíolo
  Baixa concentração - Fechamento do ostíolo

Intensidade luminosa

  Alta intensidade - Abertura do ostíolo
  Baixa intensidade - Fechamento do ostíolo

Concentração de CO2

  Alta concentração - Fechamento do ostíolo
  Baixa concentração - Abertura do ostíolo

Suprimento de água

  Alto teor - Abertura do ostíolo
  Baixo teor - Fechamento do ostíolo

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Estômatos








1 comentários

Faça seu Login

  • segunda-feira | 24/05/2010 | Monica
    Usuário

    os estômatos não são denominados célula guarda, a cél. guarda é uma célula especializada que fica em volta do ostíolo (o estômato). Assim, a cél guarda, as células subsidiárias e o estômato, formam o complexo estomático.